(11) 99198-2678   (11) 2694-5664
Atendimento: 2ª a 6ª - das 9h às 18h
ExpandMais Franchising, Filiais Próprias e Expansão Territorial

Expansão ou Contração de Empresas?

Escrito por . Publicado em 12/12/2013.  Veja mais sobre Expansão de Empresas.
 

Expansão ou Contração de Empresas: cenários comerciais e mudanças importantes que os empresários devem considerar



Assistimos uma enorme avalanche de novos negócios em pontos de vendas estrategicamente escolhidos. Grandes, médios e pequenos. Quer sejam eles de varejo como supermercados, minimercados, mini express, lojas de calçados infantis  e de adultos, mercearias, lavanderias, acessórios e roupas femininas, perfumaria, drogarias, postos de gasolina, escolas de idiomas,  lojas de móveis e colchões, papelarias, bares, estéticas, cabeleireiras (os),  lojas de R$1,99, restaurantes e também, porque não, atacarejos...essa mistura de atacado com varejo proliferando pelos cantos, quer sejam próprios ou através de franquias.

Como atuo em expansão há mais de 25 anos, pude observar muitas transformações no decorrer deste período devido a minha experiência desde os tempos do setor de bebidas, bancos, alimentação fora do lar, serviços em geral, supermercados, confecção, laboratórios e industrial, referente às acomodações destes negócios, formatados ou não, em diversos cantos pelo Brasil e pela América Latina.


 

Expansão de Empresas: com a transformação e o  dinamismo urbano empresas abrem novos pontos comerciais estratégicos objetivando atender o remanejamento de fluxos para outras ruas e avenidas e evitar a redução de faturamento.
 

Com a transformação e o  dinamismo urbano por que vem passando não só em São Paulo mas também em todas as grandes e médias cidades brasileiras, os pontos comerciais estratégicos estão ficando cada vez mais escassos. Ruas e avenidas se transformam da noite para o dia de acordo com os interesses urbanos de suas respectivas prefeituras, como também  da população. Sem contar com o fluxo de trânsito que vem matando a população com engarrafamentos constantes. As mudanças apontam inclusive para remanejamento de fluxos para outras ruas e avenidas que até então eram prioritárias para o tráfego coeso e único de alguns bairros e cidades.

Este impacto vem trazendo várias empresas para reverem suas lojas nestes pontos comerciais, tendo em vista a redução do faturamento por que vêm atravessando.

Recentemente, aqui em São Paulo, exisita uma rua onde havia uma concentração de escolas de idioma de diversos nomes; os empresários transferiram suas escolas para outras localidades próximas ao local anteriormente fixados objetivando aumentar o faturamento. Quem for mais hábil neste momento e atento a estas transformações e, puder contar com os serviços da consultoria EXPANDMAIS,  logicamente sairá na frente. Isto vem ocorrendo também no segmentos de óticas, principalmente onde próximo a elas, incluíram shopping centers........e detalhe: não avisam!!!.

Um cliente, não muito recente, atento ao seu faturamento, solicitou-me um estudo na ocasião que a rua onde se localizava uma das suas lojas com maior faturamento, estava no auge da saturação, devido à mudança de mão da rua e também com a vinda de novos concorrentes entorno da sua loja. Lembro aos senhores, que foi desenvolvido inclusive estudos de geomarketing apontando para outras localidades que poderiam também ser incluídos para ali se instalar.

A decisão do ponto, após demonstrar outras opções a este cliente, envolveu Estudos de Impacto Financeiro na Empresa e ROI e sua decisão foi pela disponibilidade do ponto, menor valor de aluguel, construção, acomodação, estacionamento e o fluxo de carros e pedestres (público) que por ali transitam.


 

CONTRAÇÃO DE EMPRESAS : Quando a redução do tamanho da loja é uma boa estratégia



Outro fator que vem ocorrendo para muitos segmentos de negócios de varejo - lojas - é a redução do tamanho da loja, pois com projetos de arquitetura, mobiliário mais simples e de custos reduzidos vem atraindo diversos segmentos que imigram para soluções menos impactantes e melhor atendimento à sua clientela,  locando imóveis (pontos comerciais) de valores pouco menores, ruas ou avenidas melhor projetadas, deixando para trás aquelas áreas comerciais com dimensões enormes para outros segmentos.

Um bom exemplo de áreas comerciais ocupadas para clientes que necessitam dar atendimento direto ao consumidor são as lojas de telefonia celular por exemplo, agencias de viagem, clínicas de estética rápida e mini mercados para valores de ticket médio menores, ou seja, para atender clientes sem necessidades de enxerem seus carrinhos com grandes compras.

Determinados negócios necessitam de áreas muito grandes para exporem seus produtos e permitirem que o cliente final tenha um bom trânsito pela loja e poder visualizar os inúmeros produtos ali expostos. A estes, no entanto, a localização e fluxo para se chegar até lá, requerem muito estudos geomercadológicos e de impacto.

O que estamos assistindo ainda está num começo, porém, nota-se por aí uma certa expansão, manutenção e redução de áreas para trabalharem e fixarem suas lojas em locais com custos menores. Os encargos, as taxas e os aluguéis não param de crescer e, não restam outra solução a não ser reverem seus pontos de vendas.

A EXPANDMAIS pode auxiliar as empresas nestes estudos e fazer com elas estejam atentas às mudanças.


Veja mais sobre Expansão de Empresas.


Deixe seu comentário

Publicidade | Anuncie
Anuncio | Publicidade

created by: © Uppii